Postagens

Mostrando postagens com o rótulo AMAZONAS

Um dia e duas noites em Porto de Galinhas

Imagem
Nas minhas últimas férias, em agosto de 2017, havia planejado ir à Amazônia, como você já pode conferir aqui no Viveajantes em quatro etapas (MacapáBelémAlter do ChãoAmazonas) . Pois bem. Eis que cerca de dois meses antes, já com tudo acertado, a Gol me resolve fazer uma promoção imperdível. São Paulo – Recife, ida e volta, por R$ 269,53 (incluindo taxas)! A passagem de ida custou apenas R$ 151,90, enquanto a volta ficou por inacreditáveis R$ 59,10 (já as taxas de embarque saíram por R$ 58,53). Imperdível, né? O jeito foi inventar do nada uma viagem para Pernambuco e encaixar uma ida a Porto de Galinhas em um roteiro de apenas cinco dias inteiros. E com planejamento financeiro zero…Cheguei ao Aeroporto Internacional Guararapes por volta de 13h30 e, depois de almoçar com uma amiga recifense “da gema” (que, por sinal, conheci em Punta del Este – história que também já contei por aqui) no próprio aeroporto, peguei o ônibus executivo que vai direto para o belo distrito do município…

Macapá e suas belezas banhadas pelo Rio Amazonas

Imagem
Depois de passar pelo Amazonas e pelo Pará, encerramos a nossa viagem pela Amazônia no Estado do Amapá. Mais especificamente em Macapá, única capital brasileira banhada pelo rio Amazonas. O Rio Amazonas visto da Fortaleza de São José de MacapáVocê pode estar se perguntando “poxa, mas o que tem pra conhecer no Amapá?”. Não é exagero afirmar que é o estado mais isolado do país, tendo em vista que não há nenhuma ligação rodoviária com o restante do país. As únicas saídas são pela água ou pelo ar. Talvez isso explique porque o turismo não é o forte de lá.Tenho uma meta de conhecer todos os estados do país (ainda faltam 16) e quando me dei conta da proximidade entre Belém e Macapá, “aviãomente” falando, pensei: por que não? Acabei esticando a viagem em mais dois dias incluindo um destino que não estava inicialmente previsto no meu roteiro. Também é possível chegar de barco, mas o trajeto dura cinco dias.A preparação para a viagem foi um pouco complicada, já que há pouquíssimas informações n…

Amazonas: quando o acaso te surpreende

Imagem
Já há algum tempo tenho vontade de conhecer todos os estados brasileiros. Mas em nenhum momento cheguei a montar um planejamento. Às vezes acho que é melhor assim: as melhores experiências são aquelas que acontecem quando não estamos esperando.E foi assim, meio por acaso, que fui parar na Amazônia. Marquei as férias para agosto com o objetivo inicial de curtir o verão europeu, mas alguns fatores jogaram contra (grana, tempo de viagem, companhia, etc.). Daí, parti para o plano B: a Colômbia. Fiz algumas pesquisas e concluí que não seria o melhor mês para ir, porque costuma chover nessa época.Queria ir para algum lugar onde fizesse calor. Aí pensei no Nordeste. E desisti quando pesquisei sobre o clima chuvoso no “inverno” de lá. Encarando o mapa do Brasil não foi muito difícil achar outra alternativa, olhando um pouco mais para o oeste: Amazônia? Será?O segundo semestre nos estados da Região Norte é quando acontece o Verão – a falta de chuvas e a consequente queda no nível dos rios que …